Curiosity Point

T.F.B aka Tuna Feminina de Biomédicas

Somos um grupo de estudantes da mui nobre casa Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar e esta é a nossa história...

Origens

A nossa tuna surgiu da vontade renovada de um grupo de estudantes que havia pertencido à Tuna​-me Isto. Foi no início de 2003 que tivemos o nosso início e a 30 de Setembro do mesmo ano já estreavamos em Vairão para a semana de recepção do caloiro! 

Desde então tem sido uma montanha russa de acontecimentos, um acumular de festivais, digressões, convívivos, experiências e um crescer contínuo!

ICTUNAS

Dizem que se deve querer sempre mais e tanto concordamos que nos lançamos na preparação de um festival de tunas, que se viria a tornar num projeto por nós muito acarinhado, o ICTUNAS. 

 

Surgiu então o nosso primeiro festival em 2005 e desde então já chegamos ao VII, esperando somar ainda muitos mais!

 

Já foi palco a muitas tunas, mini-orquestras, fado e não vamos esquecer os nossos sketches que já são marca cá da casa. Foi lugar de novas amizades, histórias e quiçá um romance ou outro?

 

Brevemente a Invicta verá outro ICTUNAS, contamos desde já contigo para o espetáculo! 

Tenente Saraiva

Há bem pouco tempo sentimos falta de um novo elemento na nossa tuna e eis que, ao mesmo tempo, nos apareceu um galã carismático na rifa! 

 

O seu nome é Tenente Saraiva e é a nossa mascote que nos segue para todo o lado. Até direito tem a uma página do facebook só para contactar com os seus fãs! 

Capturar.PNG
"Memórias em Instantes"

Como resumo dos nossos 15 anos, reunimos todo o trabalho realizado até então de forma a divulgar a TFB um pouco mais. Assim, no dia 23 de Novembro de 2018, lançamos o nosso primeiro CD "Memórias em Instantes". 

Caso queiras espreitar o nosso repertório, deixamos-te este link onde podes efetuar a tua encomenda:
https://forms.gle/dT7x4uxgWPFYBr4LA

"Acima de tudo, ser da Tuna Feminina de Biomédicas representa o entusiasmo pela vida académica, o prazer pela música que nos acompanha noite dentro, as jantaradas e o convívio, o orgulho pelo nosso “azul e amarelo” e os infindáveis brindes ao companheirismos e laços que nascem desta fugaz e arrebatadora passagem por aquilo que é a vida de estudante, num Porto que nos abraça. Porque não se explica, sente-se..."

 

 

 

 

 

 

 

 

 

VAI TUNA ! !